ILC Brazil

Kalache participa de Audiência Pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sobre Poluição Sonora e a Ordem Pública

Kalache hoje participou da Audiência Pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, sobre Poluição Sonora e a Ordem Pública tão essenciais para que uma metrópole possa funcionar respeitando os princípios básicos da cidadania.
Os efeito para saúde estão bem quantificados e podem ser lidos na entrevista concedida para a Revista Veja RJ no dia 21 de maio – em anexo. O Rio está, segundo Kalache, vivendo uma crise de desordem pública sem precedentes: ” Barulho Mata – desde a hipertensão arterial, ataques cardíacos, depressão e mesmo suicídios, aos distúrbios do sono, violência, ansiedade. Lidamos com a poluição sonora como algo trivial, mas as implicações para Saúde Pública são sérias, sobretudo para as crianças (retendo seu desenvolvimento cognitivo ) e os mais idosos – principalmente as pessoas que vivem com demência. Não só, tudo isso tem um preço alto para o setor público – quantas internações hospitalares poderiam ser evitadas se respeitássemos as regras e regulamentos que não são monitorados. Trabalhar em “home office” cercado de barulho, é uma insanidade. E nas periferias, onde as famílias têm ainda menos meios de se proteger contra o ruído incessante, leva ao desespero” .
Kalache é membro ativo do coletivo da sociedade civil Rio Cidadania, Barulho Mata.