ILC Brazil

Ativos aos 80 anos: avanços na medicina e na sociedade permitem revolução na longevidade

“Queremos envelhecer não no aposento, que inspira a palavra aposentadoria, mas na sala da frente. Quando nasci, em 1950, tinham 14 milhões de pessoas com mais de 80 anos no mundo. Depois dos 60, a pessoa já estava envelhecida, era invisível, e era excepcional alcançar os 80. Em 2050, chegará a 388 milhões. Hoje, o grupo da população que mais cresce é dos com mais de 80. Estamos em plena revolução da longevidade.” Diz Dr. Alexandre Kalache para O Globo. 

Leia a matéria na íntegra aqui.